Sexo, vídeo, escola e Manaus!

sexo nas escolasJá ocorreu estupro em escolas – em São Paulo, se não me engano, não por porteiro ou um maluco que entrou lá, alunos estuprando . Duas vezes (as que chegaram no ouvido da imprensa). E não demorou e chegou o dia da trombadada manauara fazer o mesmo! Aconteceu no Pedro Brasileiro. Meu James, minha irmã estuda lá!

Eu pensei no primeiro momento que se tratava de estupro, mas não: sexo consentido mesmo! Entre dois aborrecentes! E minha irmã disse que o Brasileiro tem muita regra. Se mesmo assim acontece sexo, eu não sei mais o que se fazer!

Os dois aborrecentes tiveram a idéia brelhanti de fazer a escola de motel, pediram pro amigo vigiar pra ver se ninguém vinha flagar; mas o amigo-da-onça não agüêntou os hormônios e resolveu filmar discretamente a transa. Até que os dois perceberam que estavam sendo filmados. O trombada voyuer depois joga o vídeo no YouTube (que vive tirando vídeo criminoso postado por brasileiros – brasileiro tem o fetiche de postar sacanagem lá), e os demais trombadas de Manaus (95% dos nossos adolescentes) adoraram! O vídeo teve 300 visualizações! 300 pervertidos sexuais juvenis – 300 novos traficantes e estupradores no futuro próximo! O YouTube tirou aquela merda depois que soube que era sexo de menores. Mas o marginal postou de novo em outro perfil – coitado do YouTube! Teve que tirar de novo!

A notícia está rodando deste ontem e hoje chegou para São Paulo. Mais uma vez a cidade de Manaus teve a cara esfregada no chão; aliás nesse ano pagamos mico pra caramba, junto com o Pará. Saiu no A Tarde É Sua (RedeTV), dando o nome bunitinho da escola e que aconteceu aqui em Manaus! A promotora Eliana Pasquarelli fez uma cara de bunda que diz “a gente vê de tudo mas aínda continua a ver cada uma…” e chamou os dois menores de “sem noção”!

Resultado da ópera: SEDUC diz que vai investigar (Investigar O QUÊ, mula, se tá tudo filmado?) e punir quem rodou o vídeo, que por sorte é de maior, ou seja, vai ser indiciado por pedofilia, pois expôs vídeo pornô de menores f*dendo na internet; pois se fosse de menor nada lhe aconteceria (o ECA protege só menor infrator como toda a lei do brasil só é aplicada se for a favor de bandido), e só se é preso por crime pela internet se atingir gente rica (como celebridades). Interessante é a escola dizendo que fez álgum perante tudo, e o que fez foi… só conversar com os pais dos alunos! HA HA HA HA… !!! No final das contas, do quê adiantou tanta regra pros alunos (Incluindo uma “carteira” que, sem ela, o aluno não entra!) se no final das contas tudo terminou em conversas e pronto acabou-se!?? A mensagem que fica: “pode transar no colégio Pedro Silvestre que a gente só conversa, tá?”.

Mas quer saber? Álgum me diz que o camera-men não será preso! É! Porque aconteceu numa escola, SEDUC e educação brasileira em geral quer mais botar panos quentes e pronto!

Pra esses trésh (“três” no vocabulário Alberto Pelegrinne) noiados drogados que são capazes de transar em qualquer lugar do mundo (até numa igreja católica) e filmar a própria mãe transando, eu agradeço a deus pela nossa juventude retardada!
Fonte: d24

Anúncios

Publicado em quarta-feira, 19 dezembro 2012, em educação, Manaus - Amazonas, Sociedade brasileira e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe seu comentário aqui. Mas ATENÇÂO: não insira nenhum link no seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: