Brincadeira idiota de aborrecentes ganha atenção da TV só agora!

Ao contrário do que a própria TV fala e você acredita, a televisão não é a janela do mundo! Televisão brasileira nunca fala do cotidiano ou da vida, apenas está aí pra inserir medo em você diante de noticiários policialescos repletos de crimes pra mais tarde oferecer como única solução medidas de restrição da liberdade dos mais pobres, como toque de recolher, revistas em todos os moradores e intervenções militares, como estão fazendo no Rio. Bullying nas escolas? Não, só se tiver sangue! Coisas que todo mundo conhece e vive cotidianamente nunca a TV fala sobre o assunto, e por isso mesmo que sobre essas coisas ninguém liga; pois, pro povo, se TV não fala, não é importante, como por exemplo, brincadeirinhas colegiais que todo mundo/pobre que cursou um estadual sabe/já viu, como aquele truque que faz a pessoa desmaiar e a famosa “chulipa”.
Dessas brincadeirinha babaca, uma eu vi pela primeira vez nos anos 90 quando eu era criança e ainda fazia o primário, e a outra lá por volta de 2006, vendo jovens sem terem nada de melhor pra fazer (porque acabou o dinheiro da lan house). E como eu conheço esse povo cuja essas modinhas somem e reaparecem em outra geração, certamente essas babaquices devem ser mais velhas que os pêlos do cu do Amazonino; ou seja, a cabocada hoje quase na terceira idade brincou muito disso no tempo do Boto governador (Gilberto Mestrinho – google pra quem quiser).
Eu não sei o nome da que apareceu ontem no SBT, mas a brincadeira consiste em a pessoa, ao lado de uma parede, respirar profundamente durante 15 segundos em pé, e logo em seguida se agaichar e respirar ofegantemente por mais 15 segundos, e em seguida se levantar e o colega na sua frente comprimir seu peito contra a parede. O resultado é que a pessoa em seguir desmaia. Sim, aí você va me perguntar: “qual é a graça de provocar um desmaio na pessoa, ou em desmaiar!?”. Acontece que pra adolescentes retardados, sem cultura, moradores de invasão e governados por um coronel idiota como Gilberto Mestrinho ou Amazonino Mendes, isso é “legal”! Eles acham engraçado! Pra adolescente pobre, tudo que naturalmente causa aversão é “engraçado”, já que adolescente idiota não tem um pingo de noção do perigo, pois essa turminha se sente imortal ou superiora, que nem os noiados vampiros da Saga Crepúsculo (por isso que eu digo que a aborrecentada adoooora esse filme porque supre a megalomania adolescente da sensação de imortalidade). Pra esse tipo de gentalha, se matar a mãe eles acham engraçado! Hoje esse tipo de adolescentada é chamada de “geração pânico” em alusão ao Pânico Na TV (que se foda, eu não engulo esse novo nome de Pânico Na Band e pronto! Foda-se!), mas eu te garanto que antes do Pânico já existiu muitas “gerações pânico” em Manaus!
Com a “graça” de ver o colega caindo no desmaio, os que presenciam ao lado deixam a vítima caindo, e com isso geralmente o desmaiado acaba batendo a cabeça, causando além do risco de falta de oxigenação no cérebro, traumatismo craniano e até cegueira, se a pessoa bater em cheio a parte da nuca! Mas quem desmaia nem liga, até comenta animado a sensação de desmaiar! Se passarem pela sensação de quase-morte então, capaz deles acharem a sensação mais “radical” do mundo!!! Égua!!!
Igualmente perigoso é a “chulipa”, que é uma prenda (castigo) no qual a pessoa bate o pulso da outra com os dedos indicador e maior-de-todos (mais conhecido como dedo do cotoco! Eu não acredito que eu tô escrevendo isso!!!). É comum aplicar duas, três ou mais “chulipadas” no pulso da pessoa e quando a brincadeira tá na moda é comum ver os pulsos dos “participantes” bem vermelhos! Quando eu estava na sexta série os professores chamaram a atenção dos pais sobre a brincadeirinha de péssimo gosto que pode ocasionar uma hemarrogia interna, já que veias importantes passam exatamente nesse lugar, e os pais concordaram em dar suspensão em quem continuar com a porcaria. Hoje se algum colégio se atrever a suspender o aluno (que é teimoso e só pára na base da ameaça da suspensão), é capaz da SEDUC expulsar o professor com a desculpinha de que está impedindo o aluno de estudar. Se o aluninho maravilhoso tiver derrame e morrer, como ele vai estudar depois? Através de um médium!??
A reportagem do SBT só agora fala sobre o assunto (por falta de notícia) sendo que essa é a terceira ou quarta geração da “brincadeirinha de provocar desmaio”, sendo que a quinta e a sexta geração também vai conhecer isso e mais a “chulipa” que a reportagem não abordou, e eu fico me perguntando DE ONDE que essas crianças aprendem essas porcarias, porque desaparece e resurge da moda das “porcarias que você aprende quando está numa escola pública”, com aqueles adolescentes noiados!!! Se isso já causou morte? Não sei de nenhuma, mas não adianta se for adolescente pobre: tem que morrer algum mauricinho da classe-mérdia pra aí sim começarem com aquele discursinho clichê de “paz no rabo”, quer dizer, “paz na escola”, pra começar a virar modinha de “counscieintiçasãum” da “erradicasãum” da “chulipa” e do “desmaio provocado”. Só que aí vem mais a minha pergunta se só “counscieintiçasãum” vai resolver, pois resolver tudo na conversa todo mundo gosta na teoria (não nas novelas: lá violência pode! Gera audiência!), quero ver é se esses rebeldes sem cérebro vão escutar os professores “de boa”! Ninguém escuta professor nesse país, mas se o Pânico Na TV/Na Band falar pra jovenzada parar com a “chulipa” e brincadeira do desmaio, eles vão ouvir com certeza — pelo menos que a produção do Pânico faça essa “caridade” pelos professores, já que a “chulipa” causa bagunça na sala de aula, e de adolescente marginal ninguém gosta — nem os próprios pais!!! Se um morrer, vai todo mundo achar “irado”, inclusive o que morreu, isso SE houver vida após a morte, e não vai ser se tornando vampiro igual ao casal do filme!
Então jovens, vamos brincar de coisa melhor! O que mais tem nessa vida é coisa super-irada de verdade pra brincar!

Anúncios

Publicado em sábado, 19 abril 2014, em burrismo brasileiro, Cultura, educação, Manaus - Amazonas, Manipulação, Sociedade brasileira. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe seu comentário aqui. Mas ATENÇÂO: não insira nenhum link no seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: