Arquivo mensal: junho 2014

Metroviários não arregam; eu apoio a greve!

Já devem ter notado que eu apoio todo tipo de greve, apoio até PM de greve (só não vou lá acrescentar massa de apoio, já que… sabe como é: eles ainda batem em grevista!). Politizado e contra-alienação, não caio em coitadismos de “ah, mas eles prejudicam a população”, “tem que só prejudicar o político, sem prejudicar o povo”. Enquanto a imprensa se esforça em fazer o povo esquecer que os grevistas também são gente ou que eles são menos trabalhadores/menos pai/mãe de família dos que dependem dos seus serviços, eu faço questão de refutar. A imprensa também embala o povo na infantilização e megalomania de que problemas podem ser resolvidas com rosas. Enquanto certos trabalhadores/pais e mães de família, como dizem ser o povo que dependem do transporte público, serem egoístas e não se unirem aos trabalhadores/pais e mães de família grevistas, o Brasil vai continuar a ser Brasil e as gerações vão reclamar pra sempre, pois só reclamar não resolve.

Clique aqui para continuar lendo…

Dos machistas brasileiros, aonde “se trai mulher feia”.

amor de homemParece que o machismo anda se saindo demais do armário, e passando por rejeição por estar “passando dos limites” da tolerância das mulheres (que não deviam tolerar porra alguma, pra início de conversa). Antes foi a macharada inutilmente tentando justificar a pesquisa do IPEA; agora a surpresa foi um cantor de música romântica, justamente o Zezé de Camargo, afirmar um atigo conceito mascu de que não se trai mulher bonita, e sim mulher feia. Parece até a continuação do “mulher merece ser estuprada por roupa” para “mulher merece ser traída por ser feia”; se bem que já impuseram coisa pior em mulher feia, como a zombaria em agradecer em ser estuprada. Bem, entre ser traída e estuprada, a primeira opção é a menos pior, claro! Mas no final à mulher sempre resta sofrer por não se enquadrar nos caprichos dos homens, e ainda por cima, forçar à petulância de que elas merecem tal sofrimento! Pimenta no “rabeio” dos outros é sempre refresco, claro!!!

Diante dessa patifaria, o que dizer sobre isso?

Clique aqui para continuar lendo…

Estadão repete Arnaldo Jabor, ou “quem faz revolta popular é aliado ao PCC”!

Well, DUH!Eu adoooro a imprensinha brasileira — só que não! Imprensa brasileira é aquela que fala o que for melhor pra si, e ainda por cima tem status de “dona da razão” ou “dona da opinião do povo”; trabalha contra o povo e mesmo assim consegue a proeza de fazer o povão pensar que ela é a favor deles! Isso é Brasil!!

Agora a tática é repetir uma mentira várias vezes pra que ela seja finalmente aderida como verdade, pois não é a primeira vez na história deste país que acusam manifestante de ligação com o PCC — mas agora a apelação foi mais além, com a alegação de uma entrevista com black blocs no Estado de São Paulo (vulgo Estadão), aonde a manchete escancara com um título podre de tedencioso, afirmando que os black blocs fizeram aliança com o PCC — sim, o do crime organizado! Peraí que eu vou rir e já volto!!

Clique aqui para continuar lendo…

“Ele espalha desgraça por onde passa”

Tem uma cena que eu vi de uma novela atual que me chamou a atenção, de tão próxima da realidade, não só da minha situação, mas de muitas pessoas cuja vida foram desgraçadas por merda de homem. Eu tava conferindo na internet os recentes capítulos da atual novela, que me interessou pela personagem principal também viver o drama de ser presa a uma dependência amorosa por um misógino (sim, é Helena e Laerte), e no capítulo em que acontece uma “grande surra” (clichê de novela global), o mais interessante foi a lavagem de roupa suja o desabafo que ela fez!

Clique aqui pra continuar lendo