Arquivo mensal: abril 2015

Reflexões sobre moral e Na Moral.

wpid-Screenshot_2014-09-30-13-44-25-1.pngPor números motivos, fiquei sabendo sobre uma “edição especial´´ de Na Moral, um programa de debate tosco, um programa da (risos) Rede Globo (risos) que quer ter algum status de “iniciativa ao debate´´, do mesmo tipo do Super Pop, com se fosse possível produzir debatedores de um telespectador ignorante que não sabe de porra nenhuma, virando apenas um opiniador heterônomo, apenas um imitador de um dos lados do debate, desconhecendo o que aquele debatedor sabe ou não sabe. Sei por experiência própria. Pra debater, é preciso intelectualizar-se. E o que o povo brasileiro mais tem preguiça é de se intelectualizar-se, pois leva muito tempo, muito estudo, e muitas das vezes é preciso ir por dentro do meio da bandidagem político, e é preciso ter muito peito pra isso!

E “edição especial´´, porque o assunto era… valores morais ao longo dos anos! Pronto, o circo já estava montado!

Leia o resto deste post

Anúncios

Outra travesti vira caso de polícia e a visibilidade das trans na imprensa.

wpid-Violência-e-luxúria-na-TV.pngMais uma vez travesti acaba de virar destaque na imprensa, e, mais uma vez também, no ramo policialesco. Desta vez a tal travesti comete um crime, que foi assassinar uma pessoa. Mas o destaque se dá mais ao fato de ela ser travesti. Por que será, né?

Há poucos dias, uma outra travesti, Verônica, virou caso nos jornais por ter agredido uma idosa, e na delegacia ter agredido um carcereiro. A imprensa usou e abusou dos fatos de ela ter agredido, em primeira impressão, sem motivo algum. E omitiu o fato dela ter tido surto psicótico por uso de drogas, e não se perguntou o porquê de Verônica ter sido surrada ao ponto de ter o rosto desfigurado e ter ficado seminua na delegacia, e imagens fotografadas e postadas por sabe-Jeová-quem! O que se nota nos dois casos é uma repetição de travestis em situação policialesca, uma coicidência que dá a entender que a imprensa está fazendo propaganda denegrindo travesti. Seria por causa do neo-direitismo que ascendeu no país, aonde mais uma travesti envolvida em caso de polícia é mais um combustível pra alimentar o ódio irracional e demais preconceitos que essa ideologia já tem de opinião a respeito das travestis?

Leia o resto deste post

Histeria coletiva de ódio vem da TV.

jogue fora a sua tvEm meio à tentativa de informar à população sobre o que aconteceu de verdade sobre a travesti Verônica, fiquei diante da resistência das pessoas em absorver a nova informação de que a criatura teve surto psicótico por causa de uso de drogas. As pessoas já se encontravam intransigentes em absorver uma nova informação: já foi fixada na cabeça delas de que a travesti agrediu gratuitamente, que a travesti é má, é Félix, é Cora, é Beatriz, e ponto final! A última palavra é o que a imprensa diz! A imprensa virou deus-oniciente-onipotente: incapaz de estar errado, acima de erros.

Eu já devo ter argumentado que maniqueísmo é coisa de adolescente retardado de ginásio amazonense, que não existe só bonzinhos e malvados, que há diferença entre quem faz maldade mas ainda resta humanidade do psicopata, este sim completamente mal. Do mesmo jeito que pessoas, por mais boazinhas que sejam, também cometem erros. Mas as pessoas não querem raciocinar, querem “pensar´´ o mínimo possível, querem que outras pessoas (grande imprensa) pensem por elas e viram papagaios-de-pirata de tudo que a televisão diz.

Leia o resto deste post

Imprensa não informa a verdade sobre o caso da travesti Verônica!

pinóquioTeve muita repercussão o que aconteceu com a travesti Verônica, mas muita pouca informação sobre o que realmente aconteceu. Então aqui vai a ópera:

Verônica teve surto psicótico depois de consumir drogas, no prédio aonde mora. Começou então a quebrar tudo o que via pela frente. No meio do surto, uma senhora foi ver o que estava havendo e Verônica acabou por agredi-la, inclusive quebrando os dentes dessa senhora, que acabou no hospital. Antes disso, duas travestis tentaram fazer alguma coisa, e foram agredidas também. Verônica estava completamente fora de si por causa do surto psicótico.

Mas ao invés de terem chamado a ambulância pra tratar Verônica, quem chamaram? A polícia! Daí que começou a dar mais merda!

Leia o resto deste post

Campanha “Chega de Fiu-fiu” acabará com a humilhação que as mulheres passam nas ruas.

2015.04.11 Não estou disposta!Eu não iria publicar nada neste sábado, mas… Se lembram do meu post sobre crítica à campanha feminista “chega de fio-fio´´? Pois é, estranhamente, ou coicidentemente (se eu acredito em coicidência? Olha pra minha cara de crédulo…), o mesmo blogue que fez a crítica à campanha falou DE NOVO sobre o assunto! E – mais estranhamente ainda – o autor fez a nova postagem com um tom mais feroz! Será vingança? Será que alguém viu minha postagem? Será que alguém se incomodou? Não sei, não dá pra afirmar nada, mas que coincidiu, COINCIDIU!!!

Mas e se caso sim? Isso significaria que meu blogue está incomodando! Que bom! Ótimo! É pra isso que eu to aqui, pra incomodar opressores! Ainda mais neo-machistas, que se escondem em novo adjetivo de “masculinistas´´!

Isso é combustível pra eu refutar o neo-machismo ainda mais!

Leia o resto deste post

O tuíte falso de Lola, o neo-direitismo que vive de desqualificar a esquerda, e o homem-de-bem seletivo.

pinóquioEu curto o neo-direitismo! Não, sério! Eles vivem de desqualificar a Esquerda, custe o que custar, nem que pra isso seja necessário recorrer ao uso de mentiras! Aliás, é a única coisa que fazem essa cambada de sem-vergonha, caras-de-pau, inúteis que se posam de pessoas de bem e defensoras de moral e bons costumes, mas que na prática provam ser totalmente o reverso. O mesmo reverso que eles acusam ser a Esquerda! É uma velhíssima tática de alienação: imputar aos seus inimigos o que é de sua característica! Apenas imputar, porque provar, eles não podem provar! Se direitismo dependesse de sobreviver na base de provas, o direitismo nem existiria!

E hoje há um neo-direitismo que ta a fim de destruir todo mundo: feministas, LGBTs, negros, índios, nordestinos, nortinos, comunistas, … uma versão de nazismo tupiniquim aonde só os branquelos, sulistas, heteros e eleitores do PSDB restariam como a classe-pura-ariana, se achando melhores que os outros. E tudo na base da ameaça das minorias, como se Hitler, a marionete da Igreja Católica, também não tivesse feito a mesma coisa, dizendo que os judeus eram uma ameaça pra economia da Alemanha!

E um dos artífios feitos recentemente foi atacar uma blogueira feminista, a Lola, dona do blogue Escreva Lola Escreva, um blogue feminista porreta, aonde a mulher refuta o machismo, e leitoras até podem denunciar suas experiências vividas com o machismo. Lógico que a macharada iria bufar labaretas de fogo!

Leia o resto deste post