Arquivo diário: quarta-feira, 5 agosto 2015

Hoje é aniversário daquele primeiro que me desprezou!

Eu faço questão de contar as minhas lágrimas, para o desespero dos masculinistas que querem nos fazer crer que os desprezados são eles (sinceramente? O desprezo vem dos dois lados! Pronto!). Hoje é aniversário daquele primeiro no qual me apaixonei. Não é o primeiro que tive oportunidade: é o do meu primeiro fracasso amoroso!

Como eu sei o aniversário dele? Porque eu procurei saber! Aprendi o truque deste minha 5ª série, quando queria saber o nome (e sobrenome!) de um afeminado da escola que eu gostava demais (sim, até hoje eles me salvam nos piores momentos…). Sei nome, sobrenome e até a data de nascimento! Sim, sou um romântico às últimas consequências, talvez exagerado…

Leia o resto deste post

Anúncios

Stalin e a origem da intolerância anti-comunista

pinóquioFaz MESES que eu queria fazer uma postagem sobre a alienação direitista que encasquetou de usar erros de comunistas ou “comunistas” pra tentar desqualificar o comunismo, o socialismo ou mesmo toda a Esquerda (porque comunismo e socialismo não são as únicas ideologias de Esquerda!). Mas por um motivo eu até hoje não o fiz, talvez por achar que eu ainda não sei o suficiente pra falar sobre o assunto (perfeccionismo meu). Mas faz tempo que eu sei do óbvio, e que não é de hoje: deste os anos 60 do século passado que a Direita inventa de desqualificar o Comunismo como “ditadura”, “ameaça”, etc, pra enganar os mais leigos e fazê-los de massa-de-manobra pra implantar práticas direitistas sem revolta popular, e até mesmo ditaduras – a ditadura civil-militar foi imposta com a desculpa esfarrapada de evitar uma “ditadura comunista” no país, e até hoje os direitistas requentam esse café velho pra induzir a população a aceitar o direitismo ou até mesmo a pedirem novo golpe militar (que agora eles querem chamar eufemicamente de “intervenção”, mas continua sendo golpe do mesmo jeito). Interessante é que quem for esperto o suficiente vai perceber a contradição dessa idéia de se evitar uma “ditadura” (imaginária, que só existe nos sonhos eróticos de Olavo de Carvalho) com uma ditadura real no lugar – ditadura por ditadura não seria a mesma merda? Mas aí os direitas começam a delirar achismos de que “melhor uma ditadura militar do que uma ditadura comunista”… Sério? Por que então não seria o reverso? Você quer contar quantos corpos fez a ditadura militar? “Ah, mas eram tudo comunas”… assim pelo achismo é muito fácio imputar comunismo a qualquer desafeto pra justificar uma genocídeo! Stalinistas matando os outros não pode, mas os outros matando comunistas (que não são formados só de stalinistas) tá tudo bem? Contradição aí…

Leia o resto deste post

Bomba no instituto Lula não é terrorismo, mas é preocupante.

wpid-Screenshot_2014-09-30-13-44-25-1.pngDepois de mandarem o Jô Soares morrer só por ter entrevistado a Dilma (agora estamos numa ditadura coxinha, aonde não pode entrevistar ninguém do PT…), eis que os neo-direitistas, os próprios que adoram um pacifismo, começam a deixá-lo de lado e partindo pro mesmo “vandalismo´´ que tanto criticam nos black bloc (afinal, coerência pouca em direitista é bobagem). Se não pode quebrar vidro de banco (por causa dos gerentes do Sistema Monetário que a Direita tanto ama), quebrar o Instituto Lula por pura aversão ideológica (mesmo o PT não sendo mais de esquerda há muito tempo) está tudo bem, né? Acho que deu um several bug em alguma mente direitista aí…

“Ah, você vai defender o Instituto Lula, Alessandro?´´ Ehr… não!

Leia o resto deste post