Arquivo da categoria: ativismo político

Spotlight e Garota Dinamarquesa: porque o Brasil censura esses filmes?

image

Foi um mal negócio a Globo exibir o Oscar 2016, principalmente quando a sociedade brasileira toma decisão de tomar mais do próprio veneno e ser mais conservador, mostrando premiações de filmes de conteúdos que os conservadores fogem como o Diabo foge da cruz. O Mundo Velho premia um filme sobre jornalistas que investigaram casos de pedofilia da Igreja Católica e outro sobre transexualidade, enquanto que o Brasil provinciano que nós conhecemos mantém os filmes no anonimato, sem visibilidade nenhuma e até boicota a exibição deles no cinema, como está acontecendo com A Garota Dinamarquesa. Mais poético é a sociedade brasileira ser tão provinciana, amar tanto o estrangeiro ao ponto de sempre repetir que deveríamos copiá-lo, mas nas coisas progressistas não copia. Verdade é que a sociedade direitista brasileira crê (inocentes políticos que são) que o Mundo Velho é Primeiro Mundo porque é/seria também direitista, crendo que a melhoria lá seria fruto do capitalismo, enquanto que na verdade é fruto de uma sociedade mais madura, com cultura de ativismo político (e lá a imprensa nem ousa a chamar manifestações de vandalismo!) e que valoriza o conhecimento e a ciência (enquanto que o brasileiro odeia ciência). Daí quando se deparam com a realidade de que o Velho Mundo é progressista e não conservador, saem fugindo de fininho. Leia o resto deste post

Blogueiros e internautas desqualificam quem protestou contra José Melo

mestre-dos-magosNunca antes vi coisa parecida acontecer na política amazonense na situação de cassação de mandato do governador José Melo. Primeiro em ser o primeiro governador do Amazonas cassado por compra de votos,coisa que todo amazonense sabia, até mesmo os que votaram nele, e somente fingiram não ver. Mas o que veio a seguir superou ainda mais, quando pela primeira vez alguém protestou diretamente contra Melo, jogando-lhe notas falsas de R$100,00, semelhante ao que já fizeram com Eduardo Cunha. Tal feito é um fenômeno, já que a população amazonense tem a tradição política de pacifismo: no máximo só fica indignado com políticos mal gestores, mas nunca se manifesta contra eles. Um amazonense quebrar esse protocolo era pra dar orgulho (de verdade) de ser amazonense. Mas a reação que se vê nas redes sociais é absurda, o que faz pensar na máxima o povo tem o governo que merece ser bem verdadeiro em relação ao povo amazonense.

Leia o resto deste post

A manipulação jornalística no caso Samarco.

manipulacao-midiatica1Não canso de dizer que o Brasil não tem jornalismo, e sim um desjornalismo, um anti-jornalismo, que mais fuciona como Central de Manipulação Política (Desciclopédia quem conseguiu definir!). Deste as revoltas de Junho de 2013 fui desiludido, descobri o que é na verdade o jornalismo brasileiro, que não informa, e sim desinforma, conta meias-verdades, oculta e até mesmo mente!

E mais uma vez presencio o desjornalismo feito com as principais notícias do momento – principais porque foram foram escolhidas por ELES, e não por nós! É só perceber como a televisão repete a mesma notícia durante vários minutos, ocupando quase todo o jornal, pra manter o destaque apenas naquela notícia, dar a impressão ao expectador que aquela notícia é quem tem maior importância, praticamente obrigando o expectador a ter só aquilo como notícia do dia e pra comentar com os amigos e parentes. Leia o resto deste post

Dia da Consciência Negra no atual Brasil neo-direitista

image

Hoje o Dia da Consciência Negra tem uma conotação e quadro diferente nos últimos anos. Hoje o Brasil vive um consciente coletivo de “moda” direitista, aonde agora “lindo” é ser direitista, conservador, provinciano (pesquise no Google o significado), ser mais atrasado do que a população brasileira de 20 anos atrás. Pessoas hoje com o QI baseado em páginas direitistas de Facebook, pessoas que acham que estão sendo “progressistas” seguindo machismo, homofobia, transfobia e racismo, ideais caducos de 20 anos atrás, mas que hoje tentam se disfarçar em pele de “novo”, sob desculpa de raciocínio infantil que o esquerdismo estava “moda chata demais” ou “moda longa demais”, como se o que fosse melhor pra sociedade tivesse “prazo de validade” ou que tivéssemos necessidade de viver gangorra de troca de ideais. Isso é coisa de sociedade que ainda não aprendeu a pensar sozinha, por conta própria. Isso é coisa de… brasileiro!
Mas mesmo há 20 anos atrás, ou mais ainda, o racismo era repudiado. Leia o resto deste post

Quando coitadismo ao patrimônio público vira desculpa pra bater em professores!

quebra de bancoUm dos detalhes da verdadeira porrada que Beto Richa (PSDB-Paraná) deu nos professores, ressuscitou de novo a histeria coletiva em relação aos black blocs. Black bloc virou motivo pros gritos de “Vai PM!´´: quer justificar porrada da polícia? Diga que é culpa de black bloc infiltrado, que de repente o povo aceita numa boa! Além de justificar que professores apanhem junto com “infiltrados´´, ainda tratam os black bloc como se não fossem gente! “Ah, mas eles quebram tudo…´´ Quem fala isso não sabe NADA sobre os black blocs! Simplesmente porque os black blocs não saem destruindo tudo o que vêem pela frente como se fossem animais irracionais! Não! Essa é a imagem distorcida e mentirosa que a imprensa construiu no imaginário popular! Black blocs não destróem escolas ou hospitais, e sim patrimônios privados. E não é qualquer patrimônio privado: é só patrimônio privado de rico! E o patrimônio privado de rico que os black bloc mais gosta de destruir são os bancos!

Ou seja, se você quer ficar contra os black blocs, você vai ter que ficar do lado dos bancos!

Leia o resto deste post

Greve dos caminhoneiros: apoiar, não apoiar?

Alienação 003Uma greve dos caminhoneiros no meio de um tempo aonde neo-direitistas estão organizando uma passeata pra pedir impeachment da presidente Dilma me fez suspeitar de possibilidade de locaute, ou seja, de que os caminhoneiros estejam sendo levados a fazer manifestação por ordem de patrões. Mas existe um tipo de caminhoneiros que são os autônomos, que não são fucionários de empresas, mas sim pagos pra fazer o transporte das mercadorias pelo país, pois o caminhão é propriedade do caminhoneiro. Se são estes autônomos pobres os autores dessa greve, então é descartável a possibilidade de locaute.

A segunda percepção que elimina a possibilidade de manipulação manobrada por patrão/classe média é a forma como a imprensa trata o assunto: aparentemente a imprensa não os está chamando de baderneiros, mas as matérias mesmo assim passam a mensagem de que eles são os “vilões da história“ por “estarem prejudicando a economia do país“, com várias cargas perecíveis estragando.

Leia o resto deste post