Arquivo da categoria: teimosia brasileira

O apocalipse político chegou: PT e PSDB enfim juntos?

Enfim juntos!O inusitado (ou não) acontece: Dilma negocia com PSDB e aprova o que tanto o petismo lutou contra: entregar (parte d)o pré-sal à empresas estrangeiras. Sim, é ilário, trágico e ao mesmo tempo previsível isso estar acontecendo. Ilário que foi justamente isso que o Partido dos Trabalhadores mais lutou na vida (e com razão) que somente nós lucrássemos com a nossa própria riqueza natural, pra que ela não fosse assaltada por nações como Estados Unidos que tem fama e gana de sugar a riqueza natural de outras nações pra benefício próprio. Mas previsível: há anos o PT e seus filiados tomam atitudes contrárias à sua ideologia de Esquerda, e quem faz isso não é surpresa que daqui a pouco fazer e se tornar aquilo que mais jurou combater!

Leia o resto deste post

Anúncios

Artur autoriza Zona Azul, a privatização das ruas de Manaus

Artur Virgílio Neto 12x12cmEu pensei que o Artur diminuiria suas aparições fazendo tolices pra poupar-se e conseguir a reeleição ano que vem, já que ele é um desastre de prefeito assim como todos os outros. Mas há poucos dias ele autorizou a execução da primeira etapa do Zona Azul, que explicando ao português bem claro, é privatizar aqueles cantos das ruas aonde se estaciona o carro ou a moto, deixando de ser pública (de todos) pra ser de uma empresa/um empresário, que vai transformar o espaço em mercado, daí você vai ter que pagar pra poder estacionar – e não mais estacionar de graça! Que merda, êim? Artur cava a própria sepultura… Ou não, já que o povo brasileiro continua votando em político vagabundo!

Leia o resto deste post

Fantástico e Melo

O Amazonas estreou este início de semana bombando na visibilidade do seu meio político, coisa rara de se ver, já que só somos destaque geralmente quando é sobre floresta e índios; não que isso não faça parte daqui, mas reduzir este Estado à uma visão geográfica é uma velha putaria que a imprensa faz conosco! Nós também somos um estado do país, com políticos e tudo, temos governador, senadores, deputados estaduais, deputados federais, e vereadores e prefeitos pra cada um dos 62 municípios. Ah, e nossos políticos são tão corruptos quanto os do resto do Brasil! E não, eles não são só do PT! Político petista famoso aqui conta-se nos dedos, como Praciano e José Ricardo. Aqui temos mais PSD e, claro, PMDB!

Não se sabe o porquê, mas de repente a Globo decidiu fazer matéria sobre corrupção/compra de voto no Amazonas, mais precisamente de autoria de José Melo – sim, o governador reeleito! A matéria saiu no Fantástico como bomba-surpresa, coisa a cara da Globo mesmo, igual àquelas “bombas-surpresa´´ denegrindo os Anonymous e black bloc. Só que no caso dos Anonymous e black blocs, o que foi feito contra eles era claramente manipulação política para botar o povo contra a revolta popular, pois foi inventado um monte de coisas, deturparam fatos e embustaram muita coisa sobre o que são realmente os Anonymous e black blocs de verdade, além de terem criado um grande sentimentalismo por vidro quebrado de banco, quando a revolta de um povo sofrido e fudido devesse valer e ser muito mais importante.

Leia o resto deste post

Feliz ano-velho-de-novo!

Hoje é um novo dia, de um tempo velho, que não começou, e sim continuou… continuoou… continuoooooouuu… Sinto muito à turma dos que anseiam acreditar, mas hoje, eu já estou velho pra acreditar em coisa infantil de celebração de final-de-ano, e isso quem falou primeiro foi meu pai, que já me falou do óbvio ridículo que é o povo comemorar o ano-novo, acreditando piamente que ele vai ser “de muita paz, de muito amor, de muita alegria, ….” igualzinho como os apresentadores do Show da Virada da Rede Globo repetem de cara deslavada, sendo que já comemoramos a vinda de 2014, 2013, 2012, etc, da mesma forma piamente acreditando e quebramos a cara com mais um ano de muita guerra, ódio e tristeza de sempre! Papai me dizia que o próprio povo sabe disso, mas que simplesmente ignoram isso e comemoram acreditando mesmo assim, forçadamente, pra curtirem a ilusão coletiva! Acho que as pessoas não precisam se rebaixar a esse ridículo: final-de-ano deveria ser comemoração (ou não) do ano que passou, caso ele tenha sido um bom ano. Se não, talvez fazer da forma debochada que o Pânico Na TV fazia: comemorar que o péssimo ano está acabando.
Leia o resto deste post

EUA versus Rússia: O ativismo de sofá e a perdição da Ucrânia

Texto a seguir foi extraído de um blog. Diz tudo o que eu queria dizer, tanto é que a mim restou reproduzi-lo com apenas uns adendos. O texto que está em negrito é destaque meu.

COMENTÁRIO Do BLOGUE Mingau de Aço:

Não há maniqueísmos. A situação da Ucrânia (país conhecido por ser a terra natal de muitas celebridades, de Clarice Lispector a Mila Kunis), antiga nação da União Soviética, se encontra bastante delicada, enquanto Rússia e EUA disputam seu poder de influência no país. Com conflitos sangrentos, o país luta pela sua soberania, dentro de uma séria crise política, social e institucional.

EUA versus Rússia: O ativismo de sofá e a perdição da Ucrânia — Por Raphael Tsavkko Garcia – Blog do Tsavkko – The Angry Brazilian

Algo que começa a encher o saco é gente que não entende NADA do que acontece na Ucrânia  querer dar aula ou lição. Pior ainda é quando querem impor uma dicotomia que nos lembra os anos 60, de “imperialismo malvado” dos EUA versus “bom comunismo” da Rússia, levando em conta que Putin é nada além de fascista;

Aliás, isso que a rússia foi um dia nunca será comunismo: comunismo é outra coisa, completamente diferente daquela merda! Mas peraí, o regime “socialista” da Rússia já acabou faz tempo: então que diabos está-se dizendo que a Rússia hoje tem um governo comunista, enquanto nos livros dis-que que é um república capitalista como todos os outros? Sente-se cheiro de mentira de direitista, pra dizer que comunismo é feio porque Rússia é uma merda. Vladimir Putin não tem nada de comunista, e sim de fascista!

Não, o inimigo do meu inimigo não é meu amigo.

A Rússia tão somente age na Ucrânia para manter sua área de influência e acima de tudo sua importantíssima base militar na Criméia. E, claro, tenta evitar que a Ucrânia entre para a área de influência da UE/EUA, ou ao menos parte dela.

Nada além de jogo de interesses. Realpolitik de potências.

Relembrem o papel da Rússia na Chechênia e no resto do Cáucaso. Se temos um imenso crescimento do fundamentalismo por lá dê graças às políticas russas contra o separatismo local que era originalmente laico e foi se radicalizando à medida que era reprimido e após duas guerras. Mas para defender o “nacionalismo” dentro do seio de nações inimigas a Rússia é uma mãe, vide Abkhazia e Ossétia do Sul. A Geórgia se aproximou do “ocidente”, logo, teve de ser castigada.

O mesmo está acontecendo na Ucrânia. Se aproximam do ocidente, logo, é castigada.

É lógico que os EUA e a UE tem interesse e mesmo podem financiar/apoiar alguns grupos revoltosos, mas não nos esqueçamos, este é o argumento de muitos petistas para atacar os protestos nas ruas do Brasil. Argumentos que viraram capa de jornais, aliás. Não acreditem em tudo que lhes chega pelo jornal.

Inclusive revista Veja!

Forçar a escolha entre o imperialismo americano e o imperialismo russo é uma estupidez inominável.

Parece escolher entre ou você aceita Jesus ou vai pro inferno. Duas coisas que não prestam. Não caia na cilada do “só existe dois caminhos”, cilada do maniqueísmo: é pra confundir e deixar o povo sem escolha! Nós sempre devemos buscar o caminho certo, nunca ir por “caminhos prontos” ditados pela “sabedoria comum” que a gente nem sabe de onde vem!

Os EUA são o câncer do mundo, assim como a China o é para os países que vivem em sua órbita ou a Rússia o é para os países em mesma situação. Experimentem defender a Rússia na região Báltica. Ou a China no Tibete, em Taiwan… Não há “Estado bonzinho”, há realpolitik e estratégia.

Em tempo, não há sequer consenso sobre o papel e importância de grupos fascistas entre aqueles que derrubaram o governo.

Sobre o papel da extrema-direita nos protestos, recomendo a leitura deste post do Global Voices.

Em tempo 2: Você pode sim “escolher” a Rússia e, do seu sofá, achar que é o melhor pra Ucrânia – assim como pode fazer o mesmo escolhendo os EUA -, pois no fim quem vai sofrer é a Ucrânia, não quem está na frente do computador fazendo as vezes de oráculo da revolução. Se você NÃO entender do assunto, não parou um segundo para ler e entender, só pensa com o fígado ou vive nos anos 60 da Guerra Fria, melhor ficar calado.

Mas, se escolher um lado, esteja preparado para depois defender as consequências. A luta das esquerdas não deve ser contra um imperialismo para que outro assuma e sim contra todas as formas de imperialismo.

Outra coisa idiota que escuto sobre a guerra civil na Ucrânia são essas cabecinhas reduzidas a opinião de televisão e demais imprensas brasileiras de que o país está sendo destruído pelas revoltas porque os “ucranianos não sabem fazer protesto pacífico”! Olha pra ti e pro Brasil: o governo está prestes a sancionar uma lei onde a única coisa que se pode fazer é passeatas, as mesmas que há anos atrás os coxinhas já faziam e não mudaram nada, e o Brasil está prestes a ficar mais uma vez tudo igual como está por mais décadas; até o povão aprender da pior forma que luta pacífica é ilusão megalomaníaca, que não existe mudança sem luta, e luta leva batalha, bater e tomar surra. Se você tem pavor de tomar surra da polícia, então a luta pela democracia não é pra você! Por isso PARE de ouvir a imprensa mentirosa de que a culpa da polícia sentar a porrada no povo é dos black blocs: a polícia vai sentar a porrada em você de qualquer forma, pois ela é peão do Estado, e o Estado não está nem aí pra você, e sim em se manter no poder! E isso não acontece só no Brasil: é em todo os lugares do mundo! Se você quer ajudar mas tem medo, pelo menos apóie os black blocs, que eles também estão aí pra proteger os demais manifestantes!

Como a autora falou, se você quer repetir os mesmos erros do passado, vá em frente – só não vá querer choramingar depois de que “não adianta nada” ou “esse país não tem jeito”: é você, VOCÊ, brasileiro, quem tem medo pra fazer o país mudar, que só quer ser ativista de sofá e fazer luta água-com-açúcar!