Arquivo da categoria: Uncategorized

A manipulação jornalística no caso Samarco.

manipulacao-midiatica1Não canso de dizer que o Brasil não tem jornalismo, e sim um desjornalismo, um anti-jornalismo, que mais fuciona como Central de Manipulação Política (Desciclopédia quem conseguiu definir!). Deste as revoltas de Junho de 2013 fui desiludido, descobri o que é na verdade o jornalismo brasileiro, que não informa, e sim desinforma, conta meias-verdades, oculta e até mesmo mente!

E mais uma vez presencio o desjornalismo feito com as principais notícias do momento – principais porque foram foram escolhidas por ELES, e não por nós! É só perceber como a televisão repete a mesma notícia durante vários minutos, ocupando quase todo o jornal, pra manter o destaque apenas naquela notícia, dar a impressão ao expectador que aquela notícia é quem tem maior importância, praticamente obrigando o expectador a ter só aquilo como notícia do dia e pra comentar com os amigos e parentes. Leia o resto deste post

Anúncios

Dilma ficou, mas neo-direitismo assumiu o poder!

Como eu queria que as eleições do ano passado tivessem tomado rumos diferentes… quando Marina perdeu logo no primeiro turno, eu sabia que a merda que iria rolar abaixo seria escroto, e minha revolta contra a estupidez brasileira iria ser maior!
Depois de 12 de Abril as coisas deram um sossego, e não se fala mais tanto de impeachment. Inclusive não foi marcada nenhuma manifestação pedindo impeachment da Dilma em maio. Até a imprensa parou um pouco de encher o saco do PT — a revista Veja agora mira ataques ao Lula, repetindo “ele sabia, ele sabia”… claro que ele sabia! É tão óbvio quanto Aércio também sabia do aércioporto e de Furnas, quanto José Melo sabia de seus milhares de compra-de-votos pelos quatro cantos do Amazonas, quanto Artur sabia do sumiço do dinheiro pro “BRS”, … a população vai parar de votar em todos esses políticos? “Ah não, só o PT que não presta”… sinto muito, mas não sou burro!
Se nos vimos numa arapuca aonde os neo-direitistas orquestravam um “golpe branco” (sim, impeachment é perfeitamente constitucional e de direito!) pra assumir o poder, e ao mesmo tempo contra uma presidente que desceu a Força Nacional nas revoltas de 2013 e 2014, que jurou uma guinada à esquerda pra depois de eleita fazer tudo que o direitista do Aércio Neves faria caso chegasse ao poder… hoje o pesadelo é de uma presidente que, jurou guinar à esquerda, mas decidiu se entregar às vontades da Direita pra se preservar no poder! Ou seja, não houve impeachment, mas estamos sob o comando do neo-direitismo do mesmo jeito! Leia o resto deste post

O poder da imprensa de gerar um clima de impeachment.

Alienação 003Foi gritante como a televisão e toda a Grande imprensa deu holofortes à passeata nacional, neo-direitista e manobrada, feita neste dia 15 de março. Era uma coisa orquestrada deste três meses atrás, quando começaram a circular correntes em facebook e WhatsApp chamando o povim às ruas, com um texto carregado de nacionalismos, “socorro´´ ao país, misturando problemas dos estados e das cidades com a responsabilidade da presidência da república, e utilizando de ferramentas como “verde-e-amarelo´´ ̶— que remetem à diversão de uma Copa do Mundo, e não de uma revolta política! E o uso do pacifismo como maior arma pra atrair o público, depois de tanto a televisão e demais meios de comunicação sufocarem a opinião contrária, e inserindo goela abaixo do público leigo de que quem destrói vidro de banco (os bancos “bonzinhos´´ que controlam o sistema monetário — Google pra quem quiser saber) é tudo que não presta, que é vândalo ou até mesmo terrorista (com o vandalismo sendo visto como coisa tão pior quanto matar e roubar!), e elegendo o pacifismo como única tática genuína; dessa forma foi se criando o terreno para hoje a imprensa abrir a boca e eleger a manifestação de direitistas como única (e) legítima manifestação. A imprensa quem escolheu isso, não o povo! E o povo, indisposto a pensar, deixa a imprensa pensar por ele, deixando-se obedecer a tudo que a imprensa falar!

Leia o resto deste post

Feliz ano-novo: “Tá na Tela” acabou, Brasil!

vitóriaEu pensei que nada iria melhorar na TV aberta daqui pra frente/de 2012 pra frente; mas me enganei. Nessas horas adoooro não ter razão, pra enfim alguma coisa melhorar. Ou deixar de piorar. Tipo, eu não esperava nem tinha esperança que o pior lixo que a televisão brasileira não iria vigar e dar frutos, como o que aconteceu com o programa “Tá na Tela”.
O programa apresentado pelo jornalista metido a galã Luiz Bacci (galã sem sal igual ao protagonista do seriado Grimm) era a nata do policialesco, eu não conseguia ver por mais de trinta segundos nem pra saber do total de podridão daquela porcaria. Parecia um Brasil Urgente elevado ao cubo, três vezes mais forte, com um “Datena” mais jovem e bonitão, com uma xícara de Teste De Fidelidade da RedeTV, para ressaltar o apego ao sensacionalismo que o povão de QI médio (de 13 anos) adora.
Clique aqui pra continuar lendo

Sobre a não-reprodução dos aparelhos excretores segundo Levy Fidélix.

image

Eu odeio quando em época de eleição começa o jogo do “tema polêmico”, aka tema que o povo brasileiro ainda é burro pra ter uma opinião sensata, pois daí é uma enrolação que se estende até o fim das eleições, ocupa o espaço pra discussão de outras propostas, e faz o eleitor deixar de votar em quem cumpriria mais as boas propostas pra votar no candidato moralista que não vai fazer porra nenhuma no poder. Essa é a tática da distração na propaganda eleitoral, que manipula o eleitor e faz o “protesto na urna” cair n’água abaixo!
Os LGBTs como há algum tempo estão sendo usados de atração deste o Félix (Félix e Fidélix, grande piada infame!); gente reclamando de LGBT em toda novela da Globo, e LGBT sendo usado como tema-de-distração nestas eleições, já que o povo brasileiro ainda é infantil demais e ainda mergulhado no tradicionalismo e no conservadorismo. Primeiro foi a propaganda idiota do pastor Everaldo, depois foi a Marina, a candidata “metamorfose ambulante”. Quando a gente pensou que tudo já iria parar por aqui, eis que Levi Fidélix (Félix e Fidélix, grande piada infame!) tem um lapso de Eduardo Jorge do Mal com Olavo de Carvalho e utiliza verdades irrelevantes carregados de deboche pra se justificar ódio aos homossexuais, com o “aparelho excretor não reproduz”. Ele entende mesmo de aparelho excretor, que é a própria boca dele!
Leia o resto deste post

Nós estamos forçados a pausar por uns tempos.

Com muita tristeza, depressão e revolta eu sou obrigado a pausar o Blog Alessandro Transgênero por uns tempos, tipo uns três a seis meses. Não, não estou fechando o blog, nem vou parar de postar! Apenas vou ficar tempo demais sem poder postar nada, por causa de alguma “força oculta” dos infernos que está acontecendo mil e duas coisas uma seguida da outra, que não está me permitindo usar meu computador. Ou é internet lenta, ou é estabilizador queimado, ou meus próprios gatos dão uma de vigaristas e derrubam a CPU no chão! E com tanto desgosto, eu prefiro parar, ou ao menos dar um tempo, até que essa sina, força oculta, maldição, sei lá que porra é essa, ou o meu tradicional azar mesmo, vá embora, e eu possa usar minha máquina sem novos transtornos pra me fazer chorar ou me arrepender de estar vivo.
Leia o resto deste post